Passeio de Balão em Boituva

a oportunidade para ver tudo de cima

Primeiro pouso
2

Relato do incrível passeio de Balão em Boituva, uma cidade do Estado de São Paulo, famosa pela prática frequente de alguns esportes radicais. Um nem tanto esporte, e nem tão radical é o Balonismo! Uma experiência única e que dá vontade de repetir em vários outros cartões postais deste mundão afora.

Em Dezembro de 2014, fizemos um vôo de balão com o pessoal da www.voodebalao.com, todos estavam ansiosos porque depois de marcar o passeio, ele foi desmarcado algumas vezes por causa do mau tempo. 🙁

Depois de algumas tentativas, finalmente chegou o dia!
No meio da madrugada saímos da capital de São Paulo e fomos rumo à Boituva, cidade que fica 130 km distante.

A Lua Cheia

Chegamos em Boituva antes do amanhecer e tivemos a incrível sorte de pegar a lua cheia ainda se despedindo:

A lua em Boituva

A lua explodindo de cheia e super brilhante, ainda mais nos céus com menos poluição das cidades do interior.
Foi uma ótima recompensa, antes ainda e começar o passeio:

Lua cheia em Boituva

Prepativos para o vôo

Quando começaram os preparativos, que tivemos noção dos tamanhos dos balões:

Hora do ar quente!

Perto da picape que fica mais fácil ter uma ideia:

O tamanho no balão. Ainda no chão.

Algumas equipes começando a ficar prontas:

Equipes do Balonismo

Alguns já botando o pé pra dentro pra subir aos céus:

Equipe subindo

Nosso balão indo pros últimos prepativos.
Hora de botar o pé pra dentro e subir….:

Mais ar quente!

A pipa do vovô não sobe mais, porém, o Balão subiu!

Em questão de minutos, você já está lá em cima.
Num vôo muito, mas muito calmo!

Começo do vôo

De repente, você vê que a paisagem do chão começa a ficar cada vez menor:

Em pleno vôo

E vê alguns indo cada vez mais alto:

Nas alturas

E ainda pudemos registrar uma linda alvorada, aurora ou simplesmente: nascer do sol:

Alvorada em Boituva

E tudo tão tranquilo lá em cima, que dá até pra brincar com o reflexos dos lagos:

Reflexo do lago

Ou então, com a sombra dos balões:

Sombra

Quando está tudo mil maravilhas, você percebe que algumas equipe já se preparam pra pousar.
O tempo aqui em cima, literalmente voa:

Preparando o pouso

A primeira equipe já em solo novamente:

Primeiro pouso

Curtindo os últimos minutos nas alturas:

Últimos minutos

O sorriso no rosto é um resumo do passeio:

😀

Uma última olhada na paisagem por cima:

Lagos

A chegada

E chegou a hora de voltar ao chão.
Onde a equipe prepara umas boas vindas, pra gente brindar o vôo de balão:

Hora de beber! Sim!

Galera reunida:

E o balão já se preparando pro próximo dia…

 

Quer voar de balão também?

Nosso vôo de balão foi feito com a empresa www.voodebalao.com
Uma galera super profissional, bem comunicativa e alto astral.
Você faz a reserva pelo site antes, e o pessoal entra contigo para combinar os detalhes.

Inclusive porque o vôo de balão depende da meteorologia e eles ficarão sempre em contato contigo pra achar a melhor data pra todo mundo!

você pode gostar também Mais do autor

2 Comentários

  1. Marcia Yumi Kishino Diz

    “Esse seu peso nas costas podem ser suas asas paradas !!!!”

    Voar … talvez para mim este não seja o termo exato para descrever essa experiência.
    Voar soa mecânico demais por remeter a aeronaves ou demasiadamente técnico por lembrar o bater de asas…
    O balão, eu diria, foi mais uma sensação de flutuação !!!!

    Não, não é adrenalina, uhuuuuuu!!!!, vento na cara, coração batendo a mil, ah, eu vou morrer!!! …. rsrs

    É flutuar sob a orientação do vento, no silêncio das nuvens, na tranquilidade do vazio, um momento de contemplação….

    “Voar é a segunda maior emoção do mundo conhecida pelo homem. Pousar é a primeira.”

    O pouso, isso foi emocionante!!!
    O instrutor planeja o local da aterrissagem, orienta a equipe em solo sobre longitude e latitude, enxerga-se a movimentação dos carros abaixo se preparando para o resgate ….
    Você sente aquele aperto no coração porque sabe que tudo está preparado para “cortarem as suas asas” a qualquer momento …
    Mas, dizem que o céu é morada dos deuses e anjos. Peça baixinho para permanecer um instante mais … E eis que você sente uma brisa dizendo “ok, um pouquinho mais não faz mal”. Um ventinho mais forte, mudança de rumo e o balão segue viagem !!!!
    Nova comunicação via rádio, as coordenadas geográficas são retificadas , os carros lá embaixo aceleram para o novo local de aterrissagem ! E seus 40 minutos de vôo se estendem pra 60 !!!!!!

    O pouso é aos trancos e solavancos, pois nunca sabemos onde vamos aterrissar. O nosso cesto ao tocar o solo irregular de um pasto perdeu estabilidade e todos que estavam dentro dele (ou seja nós, rsrs) caímos um sobre os outros. Mas tudo é festa e acaba em gargalhadas !

    A equipe de balonismo que contratamos brindam o sucesso do voo e posteriormente oferecem um belo, delicioso e caprichado café da manhã. Além da mesa farta é possível distrair-se visitando alguns animais mantidos em cativeiro no sítio.

    A aventura no balão foi planejada para reunir meus amigos da época do colégio. Seria algo inédito na vida de todos e uma nova aventura para acrescentar no histórico de nossa velha amizade. Entretanto, pesquisar a empresa de balonismo, sincronizar a agenda de todos e a data escolhida coincidir com uma boa previsão meteorológica exige um pouco de sorte ! E nesse meio tempo, além dos amigos, uma pessoa especial conquistou espaço na minha vida e coração, e por consequência um cantinho no cesto do balão !
    E essa foi minha primeira viagem junto com meu namorado !

    “Quando foi a última vez que você fez algo pela primeira vez ?”
    Pense, planeje e boa viagem !!!!

    1. novocalculodarota Diz

      Verdade! Nunca tinha imaginado voar de balão antes.
      Fui meio de bico no passeio, arranjando uma vaguinha quase em cima da hora!
      E voltei adorando tudo! Uma sensação muito diferente do que poderia imaginar.
      A leveza do voo e a tranquilidade, vendo tudo passando devagar lá em cima (mas qdo o piloto faz a brincadeira de atingir a copa das arvores… risos)

      Aquele ventinho nos rendeu 20 preciosos minutos a mais de voo!
      O pouso foi a parte mais emocionante, de ver o mundo de pernas pro ar… kkkkkkk
      Diria que foi a cereja do bolo!

      Experiência fantástica que agora despertou o desejo de voar em outras cidades incríveis.
      Cappadocia, será? Sydnei, New Hampshire?

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.