A vida em movimento!

Lámen Aska – Liberdade – São Paulo

Uma das opções de lámen no bairro mais oriental do Brasil

O Lámen Misso Tonkotsu do Aska
0

Um dos pratos mais conhecidos da culinária oriental é o Lámen (ou rāmen) e hoje foi dia de conhecer o Lámen Aska no bairro da Liberdade em São Paulo.

Sou amante da cultura e da culinária oriental há anos e faltando menos de 30 dias para minha primeira viagem ao Japão, a ansiedade está aumentando e a fome também!

O bairro da Liberdade

Nas últimas semanas tenho ido bastante à Liberdade. Para quem não sabe é o mais mais oriental do Brasil e fica localizado na região central da cidade de São Paulo, aos domingos tem uma feirinha típica cheia de barraquinhas com as comidas típicas e produtos da região, mas isto é assunto para outro post.

Antigamente o bairro da Liberdade remetia diretamente ao Japão, mas hoje em dia há um mix de culturas e a globalização chegou ali também. É possível encontrar imigrantes da China, Coréia, Taiwan, etc.

O Lámen

Em linhas gerais é um prato de macarrão com caldo que tornou-se muito popular após a Segunda Guerra Mundial por causa do preço atrativo com a farinha importada dos Estados Unidos.

O Lámen Misso Tonkotsu do Aska

Seu macarrão é feito com a farinha de trigo, ovos, sal, água e mais nada.
O segredo e toda a tentação do prato porém, vem do caldo!

Podemos dizer que o caldo/ramen começa em 3 matrizes:
– Shoyu Lámen – aquele molho de soja salgado e escurinho, que quase todo mundo deve conhecer é a base deste caldo
– Shio Lámen – shio em japonês significa sal e este caldo é constituído praticamente de água e sal, sendo uma maneira mais delicada para apreciar os outros ingredientes que virão a seguir
– Missô Lámen – é a pasta fermentada de soja que dá uma coloração turva a este caldo, geralmente é mais encorpado (e minha opção predileta)

Dito isto, temos os outros complementos para formar o caldo que pode ser umas mistura de:
– Vegetais: cebolinha, broto de bambu, repolho, acelga
– Carne: geralmente de porco. Mas também há variações de frango, dependendo da região. Peixe também pode ser utilizado, inclusive o tikuwa (massa de peixe)
– Algas: deixei as algas num capítulo a parte, porque são elas que conferem sabor especial ao com caldo com o nori, wakame, etc.

Um combinado dos ingredientes acima formarão a sua tigela da felicidade!

O Lámen Aska

Uma das mais tradicionais casas de lámen da cidade, com décadas de experiência no assunto.

Apesar de ser tradicional, eu nunca tinha ido visitá-la porque já sabia que não aceitavam cartões.
E esta é uma das reclamações de algumas pessoas que a visitam (e a quantidade de regras… risos).

Mas, confesso que adorei tudo. Inclusive as regras.
Se você pesquisar um pouco, vai achar gente na internet reclamando que a casa é muito rígida, que alguns atendentes são ríspidos e que o pique da casa é: comeu, vai embora.

Como já sabia que o lugar costuma encher, cheguei para jantar as 17:30 hs.
O local abre as 18hs.

Para a minha surpresa já tinha uma fila formada na porta.. risos

Lamen Aska- Fila considerável

Depois de 30 minutos, começaram com os trâmites locais.
As portas foram abertas e quem não conseguiu entrar na primeira leva deixa o nome com um simpático rapaz na porta de entrada.

Lámen Aska – A entrada do restaurante

Não levou mais do que 30 minutos e meu nome foi chamado.
Quem vai sozinho ou em casais, geralmente é acomodado no balcão. Que na minha opinião melhora a experiência, assim você consegue comer enquanto observa o pessoal preparando todas aquelas delícias.

O balcão do Aska Lámen

Peguei meu cardápio, e entendi o porque o pessoal brinca com a questão das regras:

Lámen Aska – As regras

Na minha opinião as reclamações não procedem.
O que falta para algumas das pessoas é um pouquinho de entendimento sob a cultura oriental, e no final tecerei alguns comentários.

Aproveito para deixar aqui registrado o cardápio e preços de Julho/2017.
(clique nas imagens para vê-las ampliadas)

Cardápio 1
Cardápio 2

Em poucos minutos fui servido com a cerveja que pedi (infelizmente apenas uma opção) e uma porção aperitivo de tonkotsu (carne de porco). Logo depois, chegou a minha tigela da felicidade:

O Lámen Misso Tonkotsu do Aska

Considerações finais

Num país onde a equipe econômica resolve dobrar o valor dos impostos da noite para o dia, é um achado encontrar uma porção tão farta de felicidade, acompanhada de cerveja e pagando R$ 26,00 em tudo.

Mas, e se além de barato o sabor for maravilhoso?
E esta foi a minha conclusão!

Adorei o caldo, a espessura do lámen e o equilíbrio do sabores.
Apesar de não ter acrescentado nenhum topping, mas ter pedido a opção big por pura gulodice, posso dizer que até mesmo o próprio macarrão estava mais saboroso do que estou acostumado.

Os vegetais em quantidade certa, para por exemplo, a cebolinha não mascarar o sabor de outros ingredientes mais delicados.

Por ser de uma espessura mais fina, achei o macarrão com um surpreendente sabor amanteigado.
E vem muito, muito macarrão!

Agora aumentou ainda mais minha curiosidade em comer o lámen do Nihon (Japão)!
E a contagem regressiva me informa que faltam apenas 27 dias!

 

Restaurante Aska Lámen
Rua Galvão Bueno, 466
Bairro da Liberdade, São Paulo
Fone (11) 3277-9682

 

 

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.